28/09/2013

Concurso: Intervenção artística para 30 novos vidrões instalados no Parque das Nações

A Galeria de Arte Urbana (GAU) do Departamento de Património Cultural (DPC), e o Departamento de Higiene Urbana (DHU) da CML, vêm anunciar a abertura de um concurso de conceção|execução destinado a eleger as melhores propostas de intervenção artística para 30 novos vidrões instalados no Parque das Nações.

Consultem o regulamento em: https://www.dropbox.com/s/1dzg8uxaudng7na/Reciclar_o_Olhar_7a_fase.pdf

Ficha de Inscrição - https://www.dropbox.com/s/4nb1r4pcgk6jyge/FichaDeInscricao.doc


Boa sorte!

06/07/2013

A Fábrica do Nada - Exposição

 

A Primeira ARTE Atelier & Gallery apresenta:

"Fábrica do Nada" - uma exposição colectiva de Zana e Natália Alves, com muita música à mistura, showcase de ORTEUM & Tilt com o EP ACC/CDM, e ainda live painting com os writers Diker e Arte Cavalheiro - Styler.

 
Natália Alves nasceu no Porto, estudou em Coimbra e vive em Lisboa. Viaja sempre à boleia de livros. É produtora de teatro a tempo inteiro. Nos intervalos escreve histórias sobre tudo, mas dedica-se principalmente a escrever sobre o nada.

Zana é também Susana de Campos Moraes, ilustradora e artista plástica, residente em Lisboa. Formou-se em Design e Cultura Visual, orientando também, a sua formação na área da Arte Terapia e Dança. Realiza vários projectos e parcerias relacionadas com as artes, exposições, faz desenhos para tatuagens, pinta paredes e continua na área do ensino.

Um encontro casual entre Zana e Natália Alves, surgido do nada, traçou não só o início de uma amizade, como também o início de uma viagem conjunta entre palavras, contos e cores. Assim, a “Fábrica do Nada” passou de caracteres num ficheiro do computador de Natália, para os pincéis de Zana, que reconstruiu, recriou, reescreveu e deu vida e cara a Matilde, uma protagonista desordenada e enclausurada dentro de si mesma na "Fábrica do Nada".

27/06/2013

Muros brancos, Povo mudo!

O Governo aprovou no passado dia 19 de Junho, uma proposta de lei para punir com coimas entre os 100 e os 25 mil euros os "grafitos, afixações, picotagem e outras formas de alteração, ainda que temporária, das características originais de superfícies exteriores de edifícios, pavimentos, passeios, muros e outras infraestruturas" do património em espaço público.
 
Com taxas de desemprego gritantes, serviço nacional de saúde de tanga, e (des)educação neste país, não me parece que esta seja a principal fonte de insegurança dos portugueses...
Muros Brancos, Povo mudo! Parece-me que é a máxima deste Governo. Até quando?!
 
Aqui fica para leitura a Proposta de Lei nº 158/XII

15/05/2013

Faith47 and Dal East


Faith47 is one of my favourite female street artists.
Here's a teaser about her last exhibition, and the very first wiht her boyfriend\husband Dal East, last year in Melbourne.
Such distinct styles, yet such harmony.


08/03/2013

Photo taken @ Faculdade de Direito de Lisboa (Lisbon's  Faculty of Law) - 21/01/2010
 
This is an illegal funding
Public Education for free!